16 de maio de 2011

Norman Bates no Jornal da MTV

Em dezembro de 2003, um ano depois de lançar seu primeiro disco cheio pelo selo Ná Records (hoje, Ná Music), a banda paraense Norman Bates fez uma apresentação explosiva no Mercado Cultural de Salvador (@NormanBatesPA). O show foi elogiadíssimo por uma produtora do programa de Jô Soares, que recomendou a banda para a equipe do Jornal da MTV, que só chegou para cobrir o evento na capital baiana no dia seguinte à apresentação do grupo.

Mesmo sem ser filmada pela MTV, a banda trocou idéia com a equipe e entregou uma cópia do disco para o apresentador Edgar Picolli e outra para o diretor Mauro Bedaque. Dois meses depois, Bedaque escreveu uma resenha no site da emissora dizendo que a banda "deveria ser escalação obrigatória para os festivais independentes em 2004."

Numa resenha de quatro discos intitulada "Fora dos Eixos", que começava citando a cearense Karine Alexandrino, Bedaque escreveu: "Se Karine enche nossos ouvidos de tensão, a barulheira do Norman Bates é ótima pedida para quem gosta de estimulá-los com peso. A banda de Belém toca riffs nervosos, ilustrados por letras escritas com o mesmo vigor das guitarras. No álbum, eles apresentam 14 faixas gravadas em oito canais analógicos sem frescura, mas com extrema competência."

Bedaque convidou a banda para uma apresentação no quadro "Jornal da MTV Apresenta Bandas Novas". No mesmo ano (2004) a banda foi escalada para o festival Demo Sul em Londrina (PR) e acertou a gravação do programa com a direção do Jornal da MTV. Naquele ano ainda não existia o Circuito Fora do Eixo, mas os festivais já estavam se integrando e a circulação das bandas sempre foi pautada no investimento do próprio grupo nas passagens. Sem recursos, a banda Norman Bates tentou conseguir apoio dos órgãos de cultura e conseguiu da Funtelpa apoio suficiente para levar parte da banda de ônibus até São Paulo.

Não conseguiram chegar até Londrina, mas fizeram a gravação do programa da MTV, que se tornou um marco na carreira da banda. Eles levaram como guitarrista de apoio Elder Fernandes, então baixista da Suzana Flag, que, por sua vez, também foi uma das atrações do quadro da MTV no ano seguinte. Ou seja, duas bandas que fizeram parte da história do mercado independente brasileiro.

A música escolhida para a apresentação foi "Um pouco mais de mim mesmo". Composição coletivo do grupo com letras de Giovani Villacorta, Nicolau Amador e Carlos Bremgartner, a música não constava no disco que já tinha quase dois anos de lançamento. Era material novo que entraria no próximo disco.
Esse video até então não circulava pela web. Nem mesmo a banda tinha esse registro. Na semana passada no entanto ele foi postado no Youtube. Pela sua importância na história recente do rock paraense, registramos o fato aqui no Blog.

Um comentário:

  1. Pode crer, eu assisti esse programa no dia, que nostálgico...

    ResponderExcluir